O Clube / Patrimônio

Criciúma Esporte Clube - Estádio Heriberto Hülse

Estádio Heriberto Hülse - O Majestoso

O estádio Heriberto Hülse é o local onde o Criciúma Esporte Clube manda suas partidas. Foi em 16 de outubro de 1955, com uma partida entre Comerciário e Imbituba, onde a equipe imbitubense levou a melhor, vencendo os donos da casa por 1 a 0.

No início, o gramado foi projetado ao contrário do que é hoje, sendo uma das goleiras voltadas para o portão principal. Foi o goleiro do Comerciário, Mário, que alertou a diretoria. Naquela posição o sol atrapalharia os zagueiros e o goleiro a qualquer hora do dia.

O Heriberto Hülse é um dos principais palcos esportivos do estado de Santa Catarina, o único estádio de futebol com completa cobertura para os torcedores. Ele já abrigou competições de nível internacional como a Copa Libertadores da América de 1992, ano em que foi completamente adaptado para competição. Atualmente, tem capacidade para 19.300 torcedores, em decorrência de uma adequação as normas do estatuto do torcedor.

O maior público registrado no Majestoso, como é conhecido pela torcida, foi em 6 de agosto de 1995 no jogo Criciúma 1 X 0 Chapecoense, pelo campeonato catarinense. O jogo teve 31.123 expectadores e uma renda de R$115.815,00.

360º do Majestoso Lotado.

COMO CHEGAR

Estádio Heriberto Hülse

Exibir mapa ampliado

Estádio Heriberto Hülse

Rua Treze de Maio, 1.947
CEP 88802-290
Bairro Comerciario - Criciúma SC

Fone: 48 3046 7550

Centro de Treinamento

Exibir mapa ampliado

Centro de Treinamento

Rua Beija-Flor,
CEP 88816-276
Bairro Cristo Redentor - Criciúma SC

Fone: 48 3462 6108

Quem foi Heriberto Hülse

Heriberto Hülse

Nascido em 30 de Abril de 1902, filho de Augusto Hülse e Delfina Orige Hülse, Heriberto Hülse foi político e administrador com formaçãoo direta e feita na iniciativa privada. Como grande parte dos administradores catarinenses, formou-se no dia-a-dia da experiência que foi adquirindo, principalmente, nas atividades da Organização Lages, para onde entrou em 1923. Naquela organização, chegou a participar das atividades da alta administração da mineração do carvão na zona de Laguna.

Durante o governo do industrial Irineu Bornhausen (1954), Heriberto Hülse foi nomeado Secretário da Fazenda. Em 1955, foi eleito vice-governador de Santa Catarina e assumiu o governo em 19 de Junho de 1958 com o falecimento do Governador Jorge Lacerda.

Como político, foi um dos fundadores da UDN (União Democrática Nacional) em Santa Catarina e, em decorrência disso, em Criciúma. Quando deixou o Governo do Estado, foi nomeado diretor vice-presidente da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), em 1961. Em 1965, foi nomeado presidente do Conselho Administrativo da Caixa Econômica Federal de Santa Catarina, pelo então Presidente da Repúlica Marechal Castello Branco.

Possuia as seguintes condecorações: Comenda de São Gregório Magno (concedida pelo Papa João XXIII) e a Medalha de Mérito Tamandaré (da Marinha de Guerra).

Foi casado com Lucília Correa Hülse e do matrimônio nasceram dois filhos.

Heriberto Hülse faleceu na cidade de Florianópolis em 11 de Novembro de 1972.

Estudo de modernização do HH

Projeto realizado apenas para estudo de uma proposta de revitalização do Estádio Heriberto Hülse
Heriberto Hülse Novo

Estádio remodelado, tradição mantida

Passado, presente e futuro se confundem no futebol. Ao preservar a tradição sem deixar de lado a contemporaneidade na reformulação do Heriberto Hülse - importante estádio de Criciúma, Santa Catarina, - o escritório Douglas Piccolo tentou adequar o projeto que acabou se tornando uma ‘colcha de retalhos’, uma vez que o complexo foi construído em várias etapas, sem uma estrutura modulada de boa qualidade.

"A proposta de uma nova ordenação que ignorava a modulação existente foi considerada para o projeto das fachadas, juntamente com o entorno variável, estabelecendo um ritmo para cada uma das faces", explica o arquiteto Douglas Piccolo.

Redefinição cromática

Heriberto Hülse Novo

Douglas conta que a estrutura e os pilares do estádio não têm harmonia nos espaçamentos, nem tampouco nas dimensões. E o revestimento é aleatório, ou seja, uma parte em pastilha e a outra em argamassa pintada.

"A redefinição cromática da parte interna foi o primeiro passo para obter unidade arquitetônica, explorando elementos de características fortes e condizentes com a importância histórica do Heriberto Hülse", afirma.

Para tanto, o saneamento visual das inconsistências foi apoiado em uma estética única derivada de fragmentos do símbolo do time de futebol - peças de cerâmica e pintura nas cores preto, amarelo e prata.

Fachada com plasticidade rejuvenescida

A cobertura, reconstruída conforme o projeto original, entra em harmonia com o projeto de uma fachada desenvolvida com estrutura metálica e revestimento com telhas galvalume na cor natural. Sobre este revestimento, criar-se-á um mosaico do mesmo material que remeterá ao símbolo do clube na tricomia já citada.

"Definimos uma infraestrutura metálica leve de chapa dobrada e telhas padronizadas que serão colocadas a 45 graus em função da diagramação dos elementos gráficos do time. Essa fachada levemente inclinada e em conjunto com os elementos visuais atingirá nova plasticidade, mais rejuvenescida, que aperfeiçoará seu simbolismo na paisagem urbana da cidade. Isso tudo sem influenciar na forma original do estádio", complementa.


Copyright 2012  . Neurodigital